NOSSAS REDES SOCIAIS

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
Buscar

Constelações familiares:As informações ocultas no divórcio.

Por Allyne de Lima.

Inúmeros são os motivos e justificativas para o término de um casamento. Porém, pode-se afirmar que há um movimento inconsciente que motiva o divórcio? A fim de refletir sobre isso, façamos o seguinte percurso:


Consideremos que ao longo da história, os casamentos eram tidos como ferramentas de manutenção de relacionamentos entre grupos sociais, uma “aliança” entre povos com os mais diversos interesses. Embora, do ponto de vista jurídico, o contexto hodierno permita uma manifestação voluntária em relação ao desejo de unir-se em matrimônio, a partir dos estudos de Bert Hellinger, é possível notar a simetria oculta que une duas pessoas, mas o que ocorre quando se separam?


Em um nível mais profundo de reflexão compreende-se que as conexões são necessárias no tempo e do modo que cada um necessita. Os relacionamentos são compostos por um casal e vários sistemas, desse modo, a convivência com esses sistemas ocorre no dia-a-dia, mesmo que estejam fisicamente distantes. O casal carrega informações, comportamentos, história de seu sistema familiar, que aparentemente, causam conflitos, ao bater de frente com o sistema envolvido o relacionamento não flui.


Nesse sentido, a separação e o divórcio possuem informações riquíssimas para os envolvidos, a primeira percepção possível é que o sentimento que se tem sobre o parceiro (marido/mulher) é mais para quem se queixa do que para aquele que está sendo julgado. Nesse caso, deve-se pensar: “O que eu preciso observar em mim diante do comportamento do outro?”. Isso se torna claro quando a pessoa se vincula a parceiros (as) com as mesmas características, tornando suas relações padrões de sofrimento.


Nas relações, ou se aprende, ou não se muda de fase. Está tudo certo, pois algumas pessoas precisam vivenciar certos episódios pelo tempo que for preciso. Estar na dor é uma opção, em muitos casos a única opção, pois existem várias maneiras de amar, dentre elas os amores saudáveis e os doentes. Quando eu acuso alguém pelo sofrimento que eu passo eu perco a oportunidade de aprender, pois em minha dor há muitas informações.


Contudo, nos mais diversos contextos de separação e divórcio, os quais envolvem filhos, bens, família, status... Muitos ainda ficam estáticos, paralisados no caminho, nesse caso, a indecisão tira a pessoa da vida por aquele período, pois ela imagina um futuro, deseja mais espaço e liberdade, mas por culpa, permanece mais um pouco.


Os casamentos são especiais e mostram a simetria oculta do amor presente nos sistemas envolvidos, isso reverbera para o casal, o qual, muitas vezes, não compreende a força que vem do assunto que motiva o conflito e acaba em separação. Quando compreenderem serão mais felizes nas decisões, seja optando por ir ou ficar.


As histórias são baseadas em narrativas românticas, a vida de casal é um conto real, ambos encontram-se emaranhados em seu próprio enredo e para que o final possa ser de fato feliz é preciso continuar dizendo sim...

23 visualizações