NOSSAS REDES SOCIAIS

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
Buscar

Espelho da alma.

Por Allyne O. Lima.

Esta carta foi escrita em um dos módulos do Curso de Pós-Graduação “Hellinger Schule de Pedagogia Sistêmcia - Turma 1- aula ministrada pela professora do CUDEC - México, Elisa Cabrera Laguna. A professora solicitou que escrevêssemos uma carta para nós mesmos, relatando acontecimentos que nos marcaram. Uma atividade aparentemente simples que pode trazer à tona o essencial, nesse caso, como eu olho para minha história hoje?


Segundo o poeta, “Cada um de nós compõe a sua história, cada ser em si carrega o dom de ser capaz, e ser feliz...”


São Paulo, 28 de outubro de 2018


Querida eu,


Todas as lembranças e memórias são hoje o que te fortalecem, portanto, quando sentires medo, insegurança ou tristeza, tenha no seu coração uma verdade, você nunca esteve sozinha, “já passou”. Para que essa mulher tão linda que é hoje pudesse existir, foi preciso que algumas coisas acontecessem... Como a partida de pessoas. Sua irmã, que ainda no ventre de sua mãe, se foi, ela te ensinou a sobreviver. Seu pai, foi embora de casa quando você tinha 5 anos, isso te permitiu ir para o mundo e experiemntar as dores e os prazeres que a vida tem. Embora as lembranças de violência doméstica tenham contribuído para que você, por muito tempo, não confiasse nos homens, lembre-se quantas mulheres maravilhosas cruzaram seu caminho deixando marcas especiais em seu SER. Dentre suas memórias, você demorou para entender os efeitos dos abusos que sofreu na infância, mas você caminhou por quase 25 anos com isso, superando todos os dias sentimentos de invisibilidade, rejeição, não aceitação, sentimentos estes que você, por muito tempo, julgou que fossem dos outros para você, quando na verdade, era a forma como você se via... A ausência dos seus pais permitiu que você fosse uma criança livre no mundo físico, corria, brincava muito, pé no chão, subia na árvore, pega-pega, brigas e confusões, são lindas essas recordações. Sua mãe trabalhava bastante, por isso, você cuidou e defendeu bravamente seu irmão, o que contribuiu para que vocês construíssem um amor baseado na cumplicidade e no cuidado.


Vamos dar um salto? Agora vamos caminhar pelas memórias dos relacionamentos... o primeiro beijo foi bem cedo, depois disso você não parou mais. O que você procurava? Cada um deles contribuiu para que encontrasse o próximo, contudo, o melhor encontro, o mais especial, foi com você mesma. Antes que isso acontecesse, o relacionamento com o Dudu te possibilitou olhar para o que não tinha, estar com ele era estar com quem não estava, ele nunca esteve, isso se repetiu, repetiu... Talvez, somente talvez, você também não estivesse.


Quando você encontrou seu primeiro marido, foi uma conexão, porém, nele você resgatou seu pai e não um companheiro. Concorda que não estava pronta para um marido? Enfim, foi como tinha que ser. Por muitos anos, você culpou seu primeiro marido por tudo que não foi seu casamento, mas fique tranquila, pois hoje você reconhece e acolhe em seu coração os tesouros que ele lhe proporcionou. Você reconhece em sua alma o vínculo que há entre vocês por meio do seu filho mais velho. É maravilhoso como você entende hoje que tais experiências lhe capacitaram e habilitaram para seguir... Enquanto não se aprende o suficiente, não se muda de fase.


As ausências antes tidas como faltas, te complementam e te fazem do jeito que você é! Com as forças e lacunas que a faz resiliente.


Quanto orgulho tenho de você, me alegro por conduzir com sabedoria e amor sua história tal como ela é, você não tem pretenção de ter uma vida perfeita, caminha com tudo que foi e com mais leveza.


Hoje, do seu lugar, filha da Mariuda Oliveira Fernandes e Francisco Eurípedes de Lima, esposa do segundo marido Alessandro Spínola Bérgamo, mãe do Luiz Gustavo e do Théo, profissional, diz sim a vida, segue com o que foi, com o que é, e está pronta tudo que ainda está por vir...


Allyne O. Lima[1]

[1] Professora, Terapeuta, Consteladora, Pedagoga Sistêmica. Contato: allynelug@hotmail.com/

allyne_de_lima /
65- 999396670

5 visualizações