Buscar

Reflexões em tempo de recolhimento social.

Por René Schubert.


“When I’m overwhelmed to deal with my emotion right now, I need connection. I need to talk to somebody, share my fears, my feelings. Togehter, we create a relational resourcing for each other. That’s why community building is so importante right now” Thomas Hübl

"Quando estou sobrecarregado demais para lidar com minhas emoção no momento presente, eu preciso de conexão. Eu preciso falar com alguém, compartilhar meus medos, meus sentimentos. Juntos, criamos recursos na relação um para o outro. É por isso que a construção e manutenção da comunidade é tão importante neste momento agora" Thomas Hübl

A palavra, que muitas vezes é utilizada e refletida por um amigo conhecido meu, Pastor Ernani Röpke, nos cultos da Igreja Luterana na Cantareira/SP e que, além de bonita tem muita força é: Comunhão!

Fé e comunhão.

Utilizarei estas para tecer algumas reflexões neste momento de afastamento das atividades em grupo, revisão das atividades diárias, reformulação da prática profissional, recolhimento social, replanejamento de agenda e introspecção.


Este é um momento delicado. Um momento de muitos achismos, diz que me diz, insegurança e medo quanto à doença e quanto à morte. O desconhecido e o temido. Medo pois é novo. É inesperado. Foge de nosso controle.


Importante não entrarmos no circuito do medo e na resposta instintiva de "Luta e fuga" que leva ao pânico e histeria! Esta é a resposta de nosso sistema cerebral mais primitivo e instintivo, o sistema reptiliano - porém temos outros sistemas também, o límbico, onde estão nossas emoções, cuidados, afetos, sentimentos - e o sistema neocortex, onde temos nossos pensamentos, racionalidade, inteligência. O que quero dizer com isto...todos nós temos recursos. Todos nós podemos fraquejar e ficar desesperados...mas, podemos também lembrar que há alternativas, há possibilidades, há recursos...internos inclusive. E quando percebemos que nosso familiar, amigo e colega, está com dificuldades, podemos lembra-lo destes recursos, destas possibilidades...de que ele, ela, não estão sós nesta crise, nestas duvidas, neste momento de mudanças!


Respira fundo, fique no momento presente, você não está sozinho!


Infelizmente há muitas informações desencontradas. Há muitas fake News. Nossos gestores públicos por vezes se mostram despreparados e falam coisas que por vezes pioram ainda mais o cenário...sem falar que, durante anos, repetidamente fizeram cortes nas áreas da saúde, educação, pesquisa...estas coisas não dá para voltar atrás e também não adianta ficar se queixando agora. Precisam ser revistas e reparadas em outro momento.


Agora todos estão se esforçando para encontrar alternativas. Respostas preventivas. Cuidados gerais.


O foco é, mantermos a união. Conversarmos uns com os outros, via vídeo conferencia, via salas de encontros como Zoom, via Lives no facebook e instagram, chamadas de telefone - utilizarmos a tecnologia à nosso favor neste momento de isolamento, distanciamento e de crise!


Trocar palavras de apoio, focar em possibilidades neste momento, apoiarmos uns aos outros. É difícil para todos nós.


Não sabemos o amanhã, por isto é o novo, nos causa angústia.


Mas, não é a primeira vez que passamos por uma crise - lembrem-se, já passamos, superamos e sobrevivemos à crises anteriores. E, provavelmente, se olharmos para trás, a crise que parecia tão horrível à época, até que nos fez sairmos melhores, crescemos, aprendemos, nos desenvolvemos. A vida nos deixa marcas. Muitas, de crescimento e amadurecimento. Muitas, para lembrar, você passou por isto. Você sobreviveu.


Por vezes quando estamos no centro da crise, desanimamos, desesperamos e achamos que tudo acabou. Não acabou. Estamos vivos. Há um plano para todos nós. Não é em vão nossa vida, nem nossa passagem por aqui...nem será!


É momento de comunhão, é momento de solidariedade, é momento de cuidados gerais, consigo e com os outros.


Momento de reflexão, introspecção e revisão.


Momento de arrumação geral.


O que eu espero do mundo quando passarmos por esta crise?


O que eu espero de mim quando passar por esta crise?


O que posso fazer para lidar com este momento de crise, por mim e pelos meus familiares, amigos e colegas?


Como posso pedir ajuda, quando precisar?


Como posso contribuir?


Que recursos externos disponho, que recursos internos disponho?


E, se por algum momento, você pensar...não tenho recursos...vou lhe lembrar: você está vivo! Você é parte de uma obra de perfeição, chamada por muitos, de Divino(a).


E este, esta, também, habita você.


Seguimos, juntos, rumo à este novo que se apresenta.

Abraços virtuais à todo(a)s!

René Schubert


Referências para estudo:


E, como não poderia faltar, algumas referências de estudo! Afinal, neste momento, temos tempo em casa e, temos tecnologia - ótimo para colocar a leitura e estudos em dia!

“Ansiedade e Medo

Há meios de sermos menos ansiosos?

O psicanalista Mário Corso pontua: — "O drama é que não tem uma regra. Todos nós temos um jeito de lidar com situações emergenciais. Uns são mais calmos, outros não. A melhor coisa é conseguir se manter conectado. A angústia se aproveita muito da solidão. Vai ser um bom momento para as redes sociais, ali saberemos que não estamos sofrendo sozinhos. Claro que lá também circulam teorias da conspiração e outras maluquices, mas é um espaço de encontro, de troca. A gente está digitalmente preparado para ficar perto estando longe. Esses laços nos afastam do desespero. Sozinhos, afundamos."

Pandemia do coronavírus, epidemia de pânico e a evolução da humanidade: https://psicanaliseblog.com.br/2020/03/18/pandemia-do-coronavirus-epidemia-de-panico-e-a-evolucao-da-humanidade/

“O homem sente-se isolado no cosmos, porque, já não estando envolvido com a natureza, perdeu a sua “identidade emocional inconsciente” com os fenômenos naturais. Como não há mais o contato com a natureza, a energia emocional profunda fica perdida”. Carl Gustav Jung

Coronavírus como Processo Alquímico de Transformação: https://www.ijep.com.br/artigos/show/coronavirus-como-processo-alquimico-de-transformacao

Considerações do Filósofo Luiz Felipe Pondé: https://www.youtube.com/watch?v=V8ymneate74

"Toda doença vem nos mostrar que há algo para ser incluído" Bert Hellinger

O adoecer - a visão sistêmica das Constelações Familiares: https://aconstelacaofamiliar.blogspot.com/2012/05/o-adoecer-visao-sistemica-das.html

0 visualização

NOSSAS REDES SOCIAIS

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram