Torna-se adulto.

Por René Schubert.



"Quando somos crianças, somos um pouco de cada coisa. Artista, cientista, atleta, erudito. Às vezes parece que crescer é desistir destas coisas, uma a uma. Todos nos arrependemos por coisas das quais desistimos. Algo de que sentimos falta. De que desistimos por sermos muito preguiçosos, ou por não conseguirmos nos sobressair, ou por termos medo."

(Kevin Arnold, personagem principal do seriado ANOS INCRÍVEIS, no episódio "Coda")


“Em todo adulto espreita uma criança – uma criança eterna, algo que está sempre vindo a ser, que nunca está completo, e que solicita cuidado, atenção e educação incessantes. Essa é a parte da personalidade humana que quer desenvolver-se e tornar-se completa.”

Carl Gustav Jung


E a reflexão que surgiu a partir disto:


E quando, realmente nos tornamos adultos...tomamos nosso destino, escolhas e decisões em nossas mãos...percebemos que a criança dentro de nós continua a pulsar e brilhar todas às belas e criativas poesias de vida...aprendidas, vivenciadas, choradas, relacionadas...e que ela pode ser acolhida em meio as obrigações, pesos, fardos e responsabilidades da vida...nos damos conta finalmente, que nada perdemos, mas acrescentamos!

O adulto em nos acolhe...a criança que então pode, criativamente, brilhar!

Crescer só é doloroso por medo, preguiça, comodidade, tristeza, fuga...de Ser...de nos tornarmos o que somos...e...renascemos todos os dias para nos lembrarmos disto!

Tentar novamente...Juntos!


René Schubert


55 visualizações

NOSSAS REDES SOCIAIS

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

Contatos: